Entrevistas

Chantal Mouffe: “A melhor forma de combater o populismo de extrema-direita é com o de esquerda”

A filosofa política pós-marxista belga diz ter chegado a hora da social-democracia escolher entre aliar-se à esquerda ou à direita. A segunda, diz Mouffe, será a sua morte, a primeira a sua salvação, mas para isso precisará reformular a estratégia e se radicalizar.

Continue Lendo →

Toni Negri: O que se Esconde por Trás da Crise Italiana?

O pensador e militante revolucionário Toni Negri analisa a grave crise italiana, antevendo o impasse pós-eleitoral atual, o qual põe em xeque não só a União Europeia como joga querosene crise política global. Entrevista de Toni Negri para Francesco Oggiano para a Vanity Fair italiana  (Tradução Hugo Albuquerque) Nota de Tradução -- Pouco antes das eleições italianas de 4 de março último, Toni Negri, autor de Marx além de Marx, Verdades Nômades e personagem central de Negri no Trópico, todos publicados pela Autonomia Literária (o segundo publicado em parceria com a Editora Politéia e o último com a N-1 e a...

Continue Lendo →

Óleo por Sangue — O que se esconde por trás da Guerra da Síria?

Em entrevista para o site da Pressenza, nosso editor Hugo Albuquerque fala sobre a estranha persistência de uma guerra cruel que, aparentemente, já deveria ter sido encerrada. Quais as questões que impedem uma paz duradoura na região? Por Giacomo Vicenzo para o site da Pressenza Recentemente Trump decicidiu não renovar o acordo Nuclear com o Irã, que impede que o país volte a produzir armas nucleares em troca de não receber sanções econômicas dos EUA. Irã e Rússia são os principais aliados da Síria ao lado do governo de Bashar al-Assad que recebeu bombardeios na madrugada de 13/04 em represália ao suposto ataque...

Continue Lendo →

CARToons para combater a ditadura dos automóveis

Jornal baiano, e um dos mais antigos do Brasil, entrevistou o cartunista Andy Singer para entender como seu humor ácido virou referência para cicloativistas, ambientalistas e ativistas no mundo todo

Por Caroline Magalhães, no Jornal A Tarde

Passar horas preso em um engarrafamento ou tentado se deslocar para algum outro ponto já virou rotina em muitas cidades brasileiras e também em outros países. Se essas situações levam muita gente a ficar estressada, elas servem de inspiração para o cartunista americano Andy Singer. O problema da mobilidade urbana é motivo de sátira no primeiro livro de Singer traduzido para português: CARtoons – Atropelando a Ditadura do Automóvel. O livro será lançado hoje, às 19h, no Instituto Goethe, no Corredor da Vitória, com a presença do autor. Logo após o lançamento haverá uma roda de conversa.

Carro x bike

A obra de Singer expõe as ruas lotadas por carros das cidades grandes, assim como apresenta a bicicleta como solução para a “ditadura dos automóveis” – o próprio Andy não tem carro e é adepto do uso da bike. “Quando você anda de bicicleta, você nota o problema dos carros. Eles são muitos, ocupam nosso espaço público, matam pessoas. Por isso, além de questões de saúde e para ter mais contato com as pessoas, eu escolho usar as bikes”, conta o cartunista. CARtoons possui, além dos desenhos tipicamente em preto e branco, reflexões sobre problemas ambientais e a indústria dos automóveis

Originalmente publicado em 2001, CARtoons chega ao Brasil pela editora Autonomia Literária e Avocado Edições com o apoio da Fundação Rosa Luxemburgo, que trouxe o artista para Salvador. Para Cauê Amori, editor da Autonomia Literária, uma das razões para publicar o livro no Brasil foi o bom humor com que Singer trata dos problemas da mobilidade urbana. “Ele satiriza aquilo a que já estamos acostumados, que é ficar duas ou três horas dentro de carros ou ônibus todos os dias. Hoje, isso é um problema global. Por isso, mesmo sendo americano, (ele) tem muitos fãs aqui no Brasil”, afirma.

A opção de abordar assuntos sérios com um senso de humor ácido tem um propósito. “Quando você faz alguém rir, você desarma a pessoa. Nós pensamos que sabemos de tudo, mas ver algo engraçado te faz perceber: ‘Isso realmente é ridículo’”, explica Singer, que já foi publicado em jornais como o The Washington Post e revistas como a The New Yorker. Singer também está participando de algumas atividades do Fórum Social Mundial.

“Quanto mais a gente prende mais aumenta a criminalidade”, alerta o juiz-escritor Marcelo Semer

O professor deputado Carlos Giannazi (PSOL) entrevistou o juiz Marcelo Semer, autor do livro "Entre salas e celas – Dor e esperança nas crônicas de um juiz criminal" na TV ALESP. Na entrevista, o juiz-escritor relata os dramas por trás das decisões e mostra como a literatura ajudou-o a florescer uma humanidade única nos gélidos tribunais. Semer alerta para a responsabilidade que o poder de um juiz carrega e crava: "nosso sistema penal é uma maquina de moer gente". [caption id="attachment_1546" align="alignright" width="168"] Clique aqui e adquira seu exemplar em nossa livraria online.[/caption] Em outro trecho, Semer reflete sobre o...

Continue Lendo →