Blog

Podcast ZAL #06: Drogas, biopolítica e antiproibicionismo

A sexta edição da Zona Autônoma Literária trata das drogas: questão central no problema do encarceramento em massa (o Brasil possui mais de 725 mil pessoas presas, ficando atrás apenas dos EUA 2,1 milhão e da China com 1,6 milhão). Além disso, a chamada “Guerra às drogas”, que lota as cadeias, também criminaliza minorias, empodera o tráfico e tenta castrar as liberdades individuais. Enquanto o mundo vem liberalizando e vendo outras formas de lidar com a fracassada dessa “guerra”, como é o caso de Portugal, Canada, Uruguai e alguns estados dos EUA, como o Colorado, o Brasil deve retroceder ainda mais com o futuro governo Bolsonaro.

Para o debate, convidamos Henrique Carneiro, professor de história da USP que está lançando esse mês o livro Drogas: a história do proibicionismo, e prefaciou o livro Como esmagar o Fascismo, de Leon Trotsky, lançado mês passado; Robertinha, militante do coletivo DAR, coletivo que organizou o livro Dixavando o poder, do bloco feminista da marcha da maconha e da Craco Resiste, e que fez mestrado, na perspectiva antropológica, sobre as resistências da Cracolândia onde atua há mais de 5 anos; e Wim Wander, doutorando em ciências sociais (antropologia) pela PUC-SP, pesquisador no Núcleo de Estudos Interdisciplinares sobre Psicoativos (Neip) e acolhedor no programa de atendimento ao dependente (Proad-Unifesp).

O programa é fruto da parceria da editora com a Central 3 e contou com apresentação de Paulo Junior e condução de Cauê Ameni, além de participação e leituras de Rafael Limongelli e Michelle Coelho. É possível ouvi-lo nos feeds de podcast, Spotify ou aqui abaixo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags HTML e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.