Veja Nosso Catálogo

11186375_10155466024810570_241449590_nA Origem do Estado Islâmico – O fracasso da “Guerra ao Terror” e a ascensão jihadista

Autor: Patrick Cockburn

Prefácio: Reginaldo Nasser
Tradução: Antônio Martins

Patrick Cockburn descreve o dramático conflito por detrás dos acontecimentos desencadeados pela política externa dos Estado Unidos. Cockburn demonstra como o Ocidente criou as condições para o explosivo sucesso do ISIS, ao fracassar na “Guerra ao Terror” no Iraque e fomentar a guerra civil na Síria. O Ocidente superestimou o potencial dos militantes até as últimas evidências e falharam em agir contra os principais patrocinadores dos grupos jihads na Arábia Saudita, Turquia e Paquistão. A volta da ameaça jihadista está apenas recomeçando.

Leia mais…

CAPABOULOSPor Que Ocupamos?

Autor: Guilherme Boulos
Prefácio: Plínio de Arruda Sampaio

A proposta deste livro é fazer o leitor entender melhor o que leva milhares de famílias trabalhadoras a se levantar e lutar por um pedaço de chão no Brasil. Para responder a essas questões, são utilizados dados, gráficos e análises sobre a formação das cidades e o problema da moradia no Brasil. Mas o maior material que alimenta esta análise é a participação na luta dos sem-teto, em especial com os companheiros do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e da Resistência Urbana – Frente Nacional de Movimentos. Leia mais…

 

 


bemviver_4-e1456243163494O Bem Viver: uma oportunidade para imaginar outros mundos

Autor: Alberto Acosta

Prefácio: Célio Turino
Tradutor: Tadeu Breda

“O livro de Alberto Acosta tem um objetivo didático: de explicar as principais características do princípio Sumak Kawsay, o Bem Viver, como orientação constitucional basilar. É apresentado como um princípio que, a partir de uma contribuição indígena, aplica-se muito além dos povos indígenas e do Equador. É principio próprio do século XXI, o século que se inicia com a entrada na agenda política mundial nos limites ecológicos do desenvolvimento capitalista. Ao afirmar este princípio, o Equador saí da jaula da dependência e do subdesenvolvimento político e ideológico, e se afirma como um país em pé de igualdade com todos os outros países, decidido a compartilhar as causas mundiais pelas quais vale a pena lutar se realmente haverá um futuro.

A complexidade do Sumak Kawsay atravessa o livro e Alberto Acosta analisa suas principais dimensões: como uma alternativa ao desenvolvimentismo; como uma nova dimensão de direitos (os direitos da natureza); como uma semente que pode germinar em um novo tipo de estado, o estado plurinacional, que é construído com a participação dos cidadãos, povos e nacionalidades, através de diferentes formas de democracia, o que chamo de demodiversidade; como a matriz de uma nova economia solidária e plural de vocação pós-extrativista e pós-capitalista. Acosta mostra que Sumak Kawsay, sendo uma novidade constitucional, não é uma entidade exótica ou sem precedentes, pelo contrário, é parte de uma problemática muito mais ampla, de uma conversa da humanidade em que estão participando intelectuais e movimentos sociais de Norte a Sul, do Ocidente ao Oriente” – Boaventura de Sousa Santos. Leia mais…

capacertaminotauroO Minotauro Global: a verdadeira origem da crise financeira e o futuro da economia global

Autor: Yanis Varoufakis

Prefácio: Leda Paulani
Tradutor: Marcela Werneck

Nesse livro excepcional, o Ministro das Finanças grego, Yanis Varoufakis, um dos expoentes do Syriza, destrói o mito de que a regulamentação dos bancos é ineficaz para a saúde econômica. Com rigor e clareza, Varoufakis demonstra como a ganância global do setor financeiro foi a principal causa da última crise econômica. Ele identifica os sintomas de um mal-estar mais profundo — e devastador! — do que as crises de 1929 e 1970, momento em que o “Minotauro Global” nasceu. E vai além: apontando as opções para introduzir a racionalidade numa ordem econômica altamente irracional. Leia mais…

 


captura-de-tela-de-2016-10-15-000051-e1476500851563 Marx além de Marx: ciência da crise e da subversão. Caderno de trabalho sobre os Grundrisse

Autor: Antonio Negri
Tradução: Bruno Cava
Prefácio: Homero Santiago

Produto das conferências ministradas na Paris de 1978 pelo filósofo italiano Antonio Negri – a convite de outro gigante, o pensador francês Louis Althusser –, este texto já nasceu iconoclasta. Forjado no calor das lutas pós-68, Marx além de Marx lança, de uma forma ousada e coesa, um novo olhar sobre o pensamento marxista: não é apenas livro sobre a revolução, mas sim uma obra revolucionária. A partir da leitura atenta feita por Negri, encontramos um outro Marx, nas possibilidades colocadas nos Grundrisse antes – e muito além – do objetivismo de O Capital. O marxismo, portanto, aparece como ciência da crise e da subversão, potente e incapturável pelas garras do sistema, nem que este seja as forças de restauração do (absurdo) marxismo de Estado. Esta obra continua atualíssima, pois não pretende impor o que seria o “verdadeiro” Marx, ao contrário, seu objetivo é apresentar ao leitor o método de leitura do próprio pensador alemão: não apenas uma ferramenta para entender as transformações inerentes à história. No Brasil atual, no qual a Crise se apresenta como acidente histórico e catástrofe incontornável – que nada mais são, a bem da verdade, que a própria realidade do regime do capital –, Marx além de Marx se torna uma leitura urgente: um projeto de renovação e revolução constantes diante da estática do poder, do pragmatismo implacável ou do radicalismo estéril. Leia mais…

capainternetDichavando O Poder: Drogas E Autonomia

Coordenação: Editorial: Cauê Seignemartin Ameni
Preparação: Júlio Delmanto
Revisão: Coletivo DAR
Capa: Wander Wilson
Diagramação: Manuela Beloni
Selo: Livro Movimento
Ilustrações: André Dahmer & Luciano Thomé
Fotografia: Marcelo Paixão

Após longos anos de trabalho, estudo e militância pela legalização e mudança da política de drogas, o Coletivo Desentorpecendo a Razão (DAR) apresenta ao leitor esta coletânea de artigos, reunindo e consolidando em um só espaço as principais reflexões da sua caminhada nas trincheiras contra a Guerra às Drogas. Com foco na missão não só de criticar uma guerra inclemente, injusta e fratricida — que lota os presídios e criminaliza principalmente os jovens pobres, negros e periféricos –, os artigos reunidos também pensam nas alternativas concretas experimentadas mundo afora. Trazem relatos dos países que aboliram a “pedagogia do castigo” contra os usuários e críticas à estatização excessiva das soluções. Mirando a saúde, a liberdade e o bem-estar da sociedade, juízes, antropólogos, filósofos, sociólogos, historiadores e movimentos sociais problematizam a forma com a qual a sociedade lida com as drogas no Brasil e apontam possíveis saídas para o atual sistema penal, essa máquina seletiva de moer gente. O DAR, importante ator do movimento antiproibicionista do país, convida todas e todos a entender o cerne de seus argumentos e a se engajar nessa luta estratégica para uma sociedade mais livre. Leia mais…

capa-internetA Revolução Ignorada – Liberação da mulher, democracia direta e pluralismo radical no Oriente Médio

Autor: Dilar Dirik, David Graeber, entre outros
Tradutor: Paulo Ferras

Depois da ascensão do Estado Islâmico, o mundo se deu conta que havia mulheres lutando no Curdistão. Muitas pessoas que desconheciam o que se passava nessa região se surpreenderam com o fato das mulheres curdas, numa sociedade vista como conservadora e dominada pelo machismo, estarem derrotando a impiedosa milícia fundamentalista. Os meios de comunicação de massa, e inclusive as revistas de moda, se esforçaram para se apropriar e instrumentalizar a luta legítima dessas mulheres como se fosse um tipo de fantasia sexy ao estilo ocidental. Centraram seus interesses em elementos frívolos e superficiais, como “os milicianos do Califado têm medo das mulheres curdas porque se uma mulher o matar não irão ao Paraíso”. Mas ignoram que há algo além da luta armada neste conflito. O que há é um projeto político de emancipação radical.

Leia mais…

 

Estado de Choque - O que resta de Gaza_Em Estado de Choque: Vivendo em Gaza sob Ataque Israelense

Autor: Mohammed Omer
Tradutor: Vinícius Gomes

A Operação Margem Protetora, lançada no início de Julho de 2014, foi o terceiro grande ataque israelense contra a Faixa de Gaza em seis anos e o mais mortal entre eles. No final de sete semanas, 2.200 palestinos tinham sido mortos e mais de 10.000 pessoas tinham sido feridas. Entre os mortos, 70% eram civis. O premiado jornalista palestino Mohammed Omer narra neste livro o terror daqueles dias em primeira mão, analisa as consequências e denuncia a continuidade da guerra através de sanções. Esta crônica é considerada o equivalente literário do “Desastres da Guerra” de Goya.

Leia mais…

 

 

image1Entre Salas e Celas

Autor: Marcelo Semer

Entre salas e celas é um retrato do cotidiano de audiências criminais sob a visão do juiz. O drama da decisão, a prisão injusta que se revela no meio do processo, a violência, o medo e a desesperança dos que frequentam o habitat. Uma coletânea de personagens que a própria ficção não seria capaz de reunir. A linha tênue que separa a vida e a morte. Estas e outras crônicas recheiam o livro que registra, sobretudo, o aprendizado de um juiz e a sensibilidade que tantos dramas humanos e histórias desperdiçadas lhe permitem adquirir.

Leia mais…

 

 

Prezados, informamos que os pedidos efetuados a partir do dia 21/12/16 só serão enviados no dia 10/01/17. Obrigado e boas festas!