Oferta!

Memórias de Brumadinho – Vidas que não se apagam

PRÉ-VENDA COM DESCONTO. LIVRO ESTARÁ DISPONÍVEL DIA 25 DE JANEIRO!
Autora: Julia Castello Goulart
Prefácio: José Arbex Jr.
Posfácio: Pollyana Ferrari
Capa: Rodrigo Correa
Páginas: 242
ISBN:
Ano: 2020

R$40.00 R$32.00

Sobre o autor

Julia Castello Goulart

Julia Castello Goulart nasceu em Uberaba no triângulo mineiro. Desde pequena, quando passava as férias na casa do seu bisavô, na cidade de Ouro Fino, no sul de Minas Gerais, gostava antes mesmo de saber ler, pegar os livros na biblioteca de sua família e inventar histórias. Aos 13 anos, ela escreveu seu primeiro romance, “Tudo sobre nós” e dois anos depois, começou a escrever crônicas e artigos de opinião para o jornal local da sua cidade. Ao prestar vestibular ficou em dúvida entre letras e jornalismo. Em 2016, acabou se mudando para São Paulo capital, onde se formou em jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).

O rompimento da barragem da Mina do Feijão – controlada pela Vale S.A. – na cidade de Brumadinho, em Minas Gerais, colocou o Brasil novamente no mapa mundial dos grandes desastres ambientais. Com mais de 250 mortos, desaparecidos e nenhum preso, a tragédia é a mais letal do mundo nas últimas três décadas. Este livro-reportagem traz histórias inéditas de personagens de Brumadinho, sobreviventes, familiares e profissionais que trabalharam na linha de frente da operação de resgate, em seus impactantes depoimentos colhidos in loco pela autora.

Memórias de Brumadinho: vidas que não se apagam, portanto, revela a história e o drama humano das pessoas por trás dos números, trazendo detalhes que passam desapercebidos pela cobertura midiática tradicional desse gigantesco evento, o qual expressa, por contraste, a total desumanidade do Brasil contemporâneo.

“O livro que o caro leitor tem agora em suas mãos é um claro exemplar do melhor jornalismo. Em primeiro lugar, por ter sido escrito com o coração, mas por ser endereçado ao fígado.”
— José Arbex Jr.

“Julia Castello Goulart me lembra Svetlana Alexijevich, tanto no jeito físico, como na escrita.”
— Pollyana Ferrari

A autora doará toda sua renda com direitos autorais desta obra a instituições beneficentes que atuam para reparar os danos, de toda natureza, causados pelo fato narrado neste livro.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Memórias de Brumadinho – Vidas que não se apagam”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.