Blog

“Quanto mais a gente prende mais aumenta a criminalidade”, alerta o juiz-escritor Marcelo Semer

O professor deputado Carlos Giannazi (PSOL) entrevistou o juiz Marcelo Semer, autor do livro “Entre salas e celas – Dor e esperança nas crônicas de um juiz criminal” na TV ALESP. Na entrevista, o juiz-escritor relata os dramas por trás das decisões e mostra como a literatura ajudou-o a florescer uma humanidade única nos gélidos tribunais. Semer alerta para a responsabilidade que o poder de um juiz carrega e crava: “nosso sistema penal é uma maquina de moer gente”.

Clique aqui e adquira seu exemplar em nossa livraria online.

Em outro trecho, Semer reflete sobre o atual problema do encarceramento em massa e o aumento da criminalidade. “O Estado assume o compromisso da ressocialização. Quer dizer, ele proíbe a pena de morte, proíbe a pena de prisão perpetua e proíbe o banimento. Ou seja, todas aquelas pessoas que vão ser presa, elas vão regressar para a sociedade. Então, é de interesse de todos que elas regressem melhor do que elas foram. O fato é que hoje, quanto mais rigorosas foram se tornando as leis, sobretudo nos anos 90, a população carcerária aumentou enormemente e o resultado disso foi que vieram facções criminosas que se criaram e se fortaleceram dentro dos presídios. Assim, a criminalidade sai dos presídios para a rua ao invés de ir da rua para os presídios”.

Veja a entrevista na integra:

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.