R$25.00

Por que ocupamos? – Uma introdução à luta dos sem-teto

Autor: Guilherme Boulos
Prefácio: Plínio de Arruda
Paginas: 128
3ª Edição – revisada e ampliada
Ano da publicação: 2015
Fotos: Mídia NINJA

Em estoque

Descrição

Fruto da experiência de Guilherme Boulos durante anos de militância no MTST, Por que ocupamos? sistematiza informações e pontos de vista que deveriam ser de conhecimento obrigatório para quem se propõe a discutir a questão habitacional brasileira. Aqueles que se limitam a ofender os sem-teto devido às ocupações de prédios e terrenos, antes de sequer ouvir seus motivos, encontrarão no livro um desconhecido e surpreendente território a ser desbravado pela reflexão. Leitores já familiarizados com os movimentos sociais terão a oportunidade de consolidar posições e fortalecer argumentos – pré-requisitos para fazer avançar a luta pela moradia, cada vez mais necessária frente aos abusivos preços dos aluguéis e crescente déficit habitacional nas grandes cidades do país.

“Há duas boas razões para se ler este pequeno livro. A primeira é porque trata de um assunto da maior importância e está muito bem escrito. Fundamentado em dados suscetíveis de fácil verificação por quem assim o deseje, o livro mostra a profunda injustiça que está sendo cometida com milhões de famílias de trabalhadores. A segunda boa razão para se ler Por que ocupamos? é que seu autor vive a luta dos sem teto pessoalmente. Isto adiciona paixão e autenticidade às suas palavras. Certamente, após a leitura desse grande pequeno livro, você terá vontade de unir-se a ele e aos trabalhadores nessa luta. E, creia, será muito bem vindo”
Plinio de Arruda Sampaio

Leave a Reply

*

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

detail product

    No detail information

about the author

Author

Guilherme Castro Boulos é professor de psicanálise, dirigente do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e militante da Frente de Resistência Urbana. Formado em Filosofia na USP, especializou-se em Psicologia. Atualmente faz pós-graduação em Psiquiatria, focando no estudo sobre isolamento social, depressão e organização coletiva. É o colunista mais ácido do jornal Folha de S. Paulo, onde escreve às quintas-feiras, debatendo questões políticas e urbanas. Se notabilizou após as jornadas de Junho de 2013, articulando as maiores manifestações ao lado de diferentes movimentos sociais. Integra junto com o Deputado Federal carioca Jean Wyllys e a jornalista Laura Capriglione, o programa de debates "Havana Connection", criado e mediado pelo jornalista Leonardo Sakamoto.