Caue Ameni

Podcast: bruxaria, aborto e neofeminismo no califado brasileiro

"Brasil acima de tudo, Deus acima de todos", esbravejou o ex-capitão do exército e futuro presidente Jair Messias Bolsonaro ao lado do pastor evangélico Magno Malto em sua posse. O grito de guerra da junta bolsonarista lembra o famoso "Allahu Akbar" ("Alá é Grande") das das milicias jihadistas que tentaram implantar um califado islâmico no Oriente Médio.  Hoje em dia, a maior ameaça aos fanáticos neoconservadores do século XXI são as liberdades individuais e... as mulheres. E quem, justamente, fez o bom combate no frontline contra a ascensão conservadora e autoritária nos últimos tempos foram elas. Por isso, a Zona Autônoma...

Continue Lendo →

Nove aprendizados da esquerda nas eleições de 2018

As reflexões do jornalista Joao Ricardo Bulhões fazem parte de um conjunto de textos que a editora Autonomia Literária vai publicar nos próximos dias dos seus leitores, autores e colaboradores sobre auto-crítica e reorganização da esquerda *** 1) O JOGO É JOGADO NAS REDES SOCIAIS – A rua e a conversa cara a cara ainda são essenciais, mas o eixo da disputa de corações e mentes está hoje nas redes sociais. Precisamos, pra valer, investir recursos e energia nesse campo. Torná-lo prioridade. Formar youtubers, produzir memes em larga escala e com constância, criar e fortalecer redes de distribuição de material no...

Continue Lendo →

Podcast: o Brasil é um dos alvos da Guerra Híbrida promovida pelos EUA?

O ZAPGate revelou que por trás das eleições brasileiras há uma verdadeira máquina de guerra para disseminar fake news e mobilizar parte do eleitorado revoltado com o sistema político sendo azeitado por caixa 2 da pequena burguesia. Além disso, descobriu-se que Steve Bannon, diretor-executivo da campanha de Donald Trump à Presidência dos EUA e figura-chave no escândalo Cambridge Analytica, está auxiliando gratuitamente a campanha do candidato Jair Messias Bolsonaro. Para entender onde essas revelações se inserem na atual conjuntura político do país e a situação beligerante que diversos países se encontram após as revoltas globais de 2011, como Venezuela, Síria e...

Continue Lendo →

A história perdida dos antifas, o popular movimento antifascista

73 anos após triunfar sob o fim do regime nazista, analisamos um movimento da Alemanha no pós-guerra que uniu socialistas, comunistas e sociais-democratas para combater o ressurgimento da extrema-direita populista Por Loren Balhorn, Jacobin Magazine | Tradução Guilherme Ziggy As origens da palavra “antifa” – abreviação antifascista de ativismo de rua de ação direta, descentralizado, associado à sua própria estética e subcultura – pode ser oculta para a maioria dos militantes hoje em dia. Mesmo na Alemanha, poucos sabem alguma coisa sobre as raízes populares de resistência antifascista que cunharam o termo. O curto e inspirador legado político do movimento...

Continue Lendo →

Não tem austeridade grátis: o custo do neoliberalismo e o ressurgimento do fascismo

Bolsonaro e sua tropa de apoiadores fanáticos se constituem como uma organização neofascista? Como se organiza a nova direita brasileira? O que os planos de austeridade econômica tem a ver com isso? Para debater todas essas questões e indicar alguns livros que estão sendo lançado pelas editoras independentes, o segundo programa da Zona Autônoma Temporária, convidou uma bancada de autores, editores e pesquisadores de peso. São eles: 1. Henrique Carneiro,  professor de história da USP que está assinando o prefácio do livro Como esmagar o Fascismo, de Leon Trotsky. A obra será lançada este mês pela Autonomia Literária. 2. Camila Rocha, mestre e...

Continue Lendo →

A estratégia de guerrilha das editoras independentes para driblar a crise do mercado editorial

Crise no mercado editorial, black blocks, calotes, pirataria, austeridade, Hakim Bay, tubarões internacionais -- e nacionais --, literatura, golpe e lançamentos; esses foram os assuntos que rechearam o primeiro programa da Zona Autônoma Literária, o podcast pirata das editoras independentes Por Cauê Seignemartin Ameni Essa semana a Autonomia Literária inaugurou, em parceria com a Central 3, a Zona Autônoma Temporária, um podcast voltado para editoras independentes debaterem temas candentes na sociedade, seus lançamentos, a cena editorial e demais estripulias. E, como não poderia ser diferente, iniciamos discutindo um tema incontornável para quem é do ramo: a pior crise do mercado editorial...

Continue Lendo →

Receba lançamentos, vídeos e descontos especiais com a nova newsletter da Autonomia Literária

Os leitores da Autonomia Literária podem a partir de agora estabelecer uma ponte direta com a editora sem passar por intermediários, que passam a cobrar um pedágio cada vez maior para estabelecer essa relação. A newsletter trará 3 novidades: 1) novos artigos do blog escrito por autores e colaboradores da editora; 2) vídeos com booktrailers, entrevistas e lançamentos; e 3) descontos especiais sobre livros que estão marcando o debate contemporâneo como munição para reflexões e debates sobre política e economia. Tudo isso direto na sua caixa de email. Basta colocar seu email logo abaixo e confirmar em seguida a inscrição. ...

Continue Lendo →

Após 12 meses de censura, Youtube da Autonomia Literária é reconstruído

Em setembro de 2017, o canal da Autonomia Literária foi retirado do ar de forma injusta. O booktrailer do livro "A Origem do Estado Islâmico", com mais 30 mil visualizações e que continua até hoje de pé no Facebook com  28 mil visualizações, foi derrubado do ar e ainda arrastou o canal junto. Jogaram o bebe, um vídeo maneiro divulgando nosso best-seller que contava detalhes sobre uma das maiores crises humanitárias dos últimos tempos – e que parecia ser a próxima série do Netflix –, com a água do banho fora. Tudo junto sem dar maiores explicações, deletando todos os...

Continue Lendo →

Lançamento-debate com Lutz Taufer e Flávio Tavares discutirá erros e acertos da luta armada

Em 7 de agosto, dois ex-guerrilheiros, o alemão Lutz Taufer e o brasileiro Flávio Tavares, conversam sobre a potência das lutas da década de 1960, guerrilhas, transformações políticas, Che Guevara e ativismo no século XXI. No marco do lançamento de sua autobiografia, Atravessando Fronteiras  – da guerrilha urbana ao trabalho comunitário nas favelas brasileiras, o alemão Lutz Taufer, chega à Fundação Rosa Luxemburgo (depois de passar pela FLIP, em Paraty) para participar de um diálogo com o jornalista Flávio Tavares que recentemente lançou a publicação As três mortes de Che Guevara. Em comum, ambos participaram da luta armada nos anos de 1960 e viveram...

Continue Lendo →

Confira os lançamentos da Autonomia Literária e a programação completa da Flipei

A Flip -- Festa Literária Internacional de Paraty, maior evento literário da América Latina, vai acontecer entre 25 a 29 de julho e a Autonomia Literária com mais outras doze editoras independentes (Elefante, Dublinense, Boitempo, Lote 42, n-1 edições, Nós, Contracorrente, Veneta, Ubu, Relicário, Expressão Popular, Filosófica Politeia, Editora Hedra, Escola da Cidade) estão preparando um ataque em seu barco pirata àquela cidade colonial histórica com uma programação bombástica na Flipei - Festa Literária Pirata das Editoras Independentes. E, como não poderia ser diferente, essa minúscula editora vai colocar mais nitroglicerina na fogueira dessa eletrizante programação (veja ela completa abaixo). No sábado (28/07),...

Continue Lendo →

Varoufakis: como, e por que, o petróleo ainda move o mundo?

Em tempos de crise aguda no Brasil, na qual a política de Temer para os combustíveis está no cerne do movimento de caminhoneiros que parou o Brasil, essencial entender a natureza do petróleo na atual economia capitalista: não só como matriz energética, sobretudo, como importante fator econômico. Por Yanis Varoufakis Trecho do capítulo "Interregno: crises do petróleo dos anos 1970, estagflação e aumento das taxas de juro", extraído do livro "O Minotauro Global" publicado pela Autonomia Literária em 2016. Logo depois, Nixon despachou seu secretário do Tesouro (um pragmático texano chamado John Connally) para a Europa com uma mensagem clara....

Continue Lendo →

Maio ou maios de 68?

Na irreparável brecha na ordem social, penetraram temáticas que nos anos precedentes estariam latentes nas lutas mundo afora. Artigo do professor da USP José Eli da Veiga para o jornal Valor Econômico. As manifestações parisienses que há exato meio século provocaram insólito abalo político foram muito mais impactantes do que ocorrências similares que desde 1967 se multiplicavam por outras plagas. Desencadearam históricas mudanças socioculturais cuja compreensão continua a desafiar as humanidades, a começar pela análise política propriamente dita. Foi só na França que movimentos de universitários e secundaristas catalisaram intelectuais e jovens operários na deflagração de greve geral que paralisou toda uma nação....

Continue Lendo →